segunda-feira, 23 de maio de 2011

Um pouco mais de paciência,

Na ausência do amor, me apego as pessoas que mais me trazem paz.
E talvez por colocar tantas fichas positivas nessas pessoas acabo me decepcionando.
Eu sei, ninguém tem culpa dos tombos que já levei, das feridas que acumulei, mas hoje aquela velha frase faz sentido:Me ame quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso.

Ana Flavya Rigolon

7 comentários:

Poeta Insano disse...

Olá Ana...
''Me ame quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso''.
Belas palavras expôs nesse texto,
descrevendo os momentos de carência, em que tudo que precisamos são as pessoas importantes próximo a nós.
Parabéns pelo blog e toda sua estrutura. Um abraço!

Franciellen :) disse...

Tô contigo, fazendo dessas palavras, as minhas.

Emi disse...

''Me ame quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso.''
Sim, porque são nessas horas que sabemos quem realmente está conosco, e se dispõe a sentir o que sentimos para, de fato, estender a mão.
Beijos!

@yasmin_vizeu disse...

essa frase tem sido a que mais se encaixa em mim. Quando eu me afasto, é quando mais preciso de atenção. Quando eu menos mereço, é quando eu mais preciso. Só é triste quando ninguém entende isso...

HComunic disse...

Mas talvez seja exatamente nessa hora que você aprenda mais coisas da vida e se levante sozinha.
Querida, estou te esperando no meu espaço para conhecer uma novidade bacana que estou trazendo.
Um abraço.

. disse...

"Me ame quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso".
concordo plenamente
beeijos

BrendaSouza disse...

Engraçado, tem até um texto meu que parece com esse! Gostei muito daqui. Beijos, estou seguindo ♥