sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Dois menos um é zero,

A gente se anula pra tentar se somar com um outro alguém.
Aceita os defeitos e releva os erros, só para dar certo.
E fica na espera que o outro se doe também, que faça o possível para ser dois.
Mas uma única falha para ti e pronto, feito um castelo de cartas tudo desaba.
Me pergunto, aonde fica aquela saudade que você dizia sentir?

Ana Flavya Rigolon

4 comentários:

Suzi disse...

O que só comprova que ele não confiava em você.

@yasmin_vizeu disse...

amei o título, e o texto então... Fiquei impressionada ao ver como me identifiquei e o quão verdade é que dois menos um, é zero. Meus parabéns!

Jéssica Trabuco disse...

Eu gostei muito do seu título e fiquei pensando na veracidade do que escreveu.
Muito bom o texto.

Sαbrinα Frehí disse...

Muito bom. Me identifiquei um pouco, tenho me anulado tanto, quando me mostro mesmo, e vejo que pra ele meus defeitos exaltam diante das qualidades, me anulo novamente... Não sei até onde, quando essa história vai durar, mas voce me fez repensar..

Um beijo.