quarta-feira, 28 de abril de 2010

Razões que a própria razão desconhece,


Talvez você não goste das borboletas, pra falar a verdade nem eu mesma gosto.
Mas entre todas as palavras que proferimos há contradições, excessões.
Ontem você não sabia, provavelmente hoje você ainda não saiba, mas quem sabe amanhã você descobrirá em você um colecionador de borboletas (mesmo que antes você as odiasse).


Ana Flavya Rigolon

23 comentários:

Henrique Miné disse...

borboletas no estômago, é isso?

Porque é sério, se for, confesso que nunca entendi esse laance :B

beeeeeijos.

sarah disse...

Borboletas são livres,sensíveis e belas.
Algumas pessoas são como borboletas e outras querem ser como elas.

Lua disse...

Adoro borboletas!

bom findisemana, bjo ;)

Clariano disse...

Gooostei do texto.
Apesar de eu não ter ligação nenhuma
com Borboletas (eu acho).
Me fez refletir! :b
Bjs!

Cadinho RoCo disse...

Nunca sabemos do amanhã.
Cadinho RoCo

Cadinho RoCo disse...

Já de volta.
Cadinho RoCo

Anônimo disse...

Que futil.

Paeape disse...

Nossa gostei do teu blog, tão profundo*-*

Krol rehbein disse...

Tão bonitinho, faz melodia.
bjo

Armando Ribeiro disse...

Aahahaha Adorei =)


E se comprendi bem é uma metafora que pode ser aplicada a tudo.

Muitas vezes podemos odiar algo ate um dia em que algo muda dentro de nos =).

Tenho que confessar que adorei o seu texto marcou me muito =)


Saudaçoes =)

FatoSempalavras. disse...

quem sonha com a felicidade...com a liberdade dentro do seu próprio ser, certamente, vai admirar e idolatrar as boreboletas.

perfeita sua abordagem!

Armando Ribeiro disse...

Tenho que confessar que mudou a minha abordagem a vida seu texto!

Tem uma forte mensagem que deve ser comprendida, observada e interiorizada =)


Estou fa =)

Saudaçoes

disse...

Me deixou confusa, e ao mesmo tempo parece que sei do que está falando.

Esses extremos de paixão.. hum...

Anônimo disse...

Nossa que pobre ¬¬

Bruh_não disse...

adorei....
a vida é cheia de controversias....
nunca saberemos o que nos aguarda amanha.....

comecei meu blog ontem...
isso eh viciante....
kkkkk
bjos

tbm to fã do seu blog

Manoela Nunes disse...

Nossa Ana, adorei! Ficou ótimo o texto..

Beijooos

Crônicas do Cotidiano disse...

Nascemos ou permanecemos lagartas... Para se tornar borboleta é necessário renunciar! E assim como os homens - é necessário transformar para encontrar o Belo que existe em cada um.

Lindo texto!

Juliana Mendes disse...

ooh é verdade..
e isso não passa de mais um fato comprovado pela vivencia..
pois, todos sabemos qe uma coisa que fazia super sentido na nossa infancia hoje não há mais sentido algum...
A moda.
A ciencia.
Todos os fatos comprovados, mudam!
^^
fora que o ódio está relacionado diretamente com amor!

disse...

Amei *-*
realmente é bem isso mesmo ... ! :)

Um beijão !
Ah, se tiver twitter, me segue porque lá eu to sempre :) https://twitter.com/maa_lauraa

Lú.úH disse...

oiiie amei o seu blog e o seu post.
me segue?
Já estou ti seguindo.
beijoss

http://coisasdegarotas-luuh.blogspot.com/

Pérola Anjos disse...

As pessoas se transformam, assim como as lagartas que viram lindas borboletas. E voam...

Gostei muito do seu cantinho!
Lindas palavras!
Voltarei...

Beijos!

Um Pouco De Nós disse...

Curty *-------*
seguindo akie, segue lá? meu blog é novato!!!

Donna Morte disse...

Gosto das borboletas... elas são breves, não tem tempo pra sofrer...